Como Fazer um Currículo Europeu

Apresentar as suas habilidades em qualquer um dos países da comunidade europeia é simples se você conhece o formato do Curriculum Vitae europeu ou CV Europass.

Leia este post até o fim e aumente as suas possibilidades de conseguir o emprego que procura, independente da oferta de trabalho encontrar-se em um país diferente do seu.

O que é o Currículo Europeu?

O CV Europeu ou CV Europass é um documento formulário cujas vantagens e desvantagens analisaremos a seguir.

Em princípio, o fato de ser padronizado para os países da União Europeia permite que você o preencha com os seus dados sem ter que procurar especificações próprias para cada país.

Entre elas destacam-se dados pessoais, experiência profissional, educação e formação, competências profissionais como a sua língua materna, outros idiomas, competências de comunicação e aquelas diretamente relacionadas com o emprego.

Outra vantagem do Currículo Europeu é que você pode incluir dados que não costuma mencionar em outras formas de CV. Desse modo, o seu possível empregador poderá ter uma visão mais ampla de quem você é como pessoa e não só como empregado.

A principal desvantagem do CV Europeu está na sua uniformidade, pois, ao consistir de um esquema previamente estruturado, não lhe permite editá-lo conforme alguma exigência específica.

Desse modo, todos os cidadãos europeus apresentarão a mesma exemplos de currículo, com as únicas diferenças óbvias relativas a cada profissional.

Modelo de CV Europeu

Modelo de CV Europass oficial pronto para baixar grátis em Word.

Um passaporte para o emprego na Europa

Uma das vantagens de pertencer a um país da União Europeia é que há um conjunto de normas gerais para todos os seus cidadãos. Tudo isso é produto da sua integração política e econômica.

Assim, em 1998 foi criado o Fórum Europeu sobre a Transparência das qualificações. A sua finalidade é eliminar obstáculos para o exercício de diversas profissões em países da região.

O CV europeu é parte de um pacote de 5 documentos diferentes que permitem que você apresente as suas “capacidades e qualificações de maneira simples e facilmente compreensível em toda a Europa”.

Estrutura cronológica e organização do Currículo Europeu

Como já mencionado, o formato desse tipo de Currículo está preestabelecido. Sugerimos, contudo, que você inclua em cada seção o ano de cada formação.

Assim a estrutura cronológica ficará mais organizada. Lembre que o seu documento será analisado por outra pessoa e, quanto mais detalhado for, maior a probabilidade de que ela o queira ler.

A seguir explicaremos como preencher as seções do CV Europeu.

Informação pessoal

Nome completo, rua, código postal, país, telefone (indique qual é pessoal e qual é residencial), e-mail, página web e mensagens instantâneas para que entrem em contato (Skype, Linkedin…).

No caso do e-mail, evite incluir aquela conta com nome abreviado, engraçado ou que possa parecer pouco sério. Se a sua conta é qwerty@yyy.com ou abcdefg11@zzz.com , crie uma com os seus nomes reais e que seja mais formal.

Emprego procurado

Conheça a oferta específica e escolha-a. Se você estiver enviando o seu currículo como uma auto-oferta para que tomem conhecimento e arquivem na empresa, é recomendável que elimine esta seção.

Experiência profissional

Você deve preencher seção como data, cargo e empresa.

Lembre de explicar qual foi a sua função em cada cargo. Não basta mencionar o cargo, o ideal é especificar a sua atividade. Portanto, evite coisas do tipo: “Engenheiro de Informática”.

Se o seu trabalho foi esse, detalhe a que se dedicou, qual era a linguagem de programação em que trabalhou e qualquer outra informação que especifique claramente a sua atividade.

modelo-cv-europeu-word

Educação e formação

A estrutura desta parte do Curriculum europeu é muito similar à anterior. Mencione as suas formações relacionadas com o cargo a que aspira.

Competências pessoais

A primeira coisa que encontrará nesta seção do CV Europass é a opção para escolher o ou os idiomas que conhece. A sua sinceridade será fundamental porque o nível que você indicar será verificado depois pela pessoa encarregada de chamá-lo.

Se você só domina frases de saudação e despedida em outro idioma, então não o mencione como uma competência.

Mais adiante você encontrará as seções de “competências comunicativas, competências de organização e gestão, competências relacionadas com o emprego”.

Informações adicionais

Tudo o que considerar oportuno incluir no seu Curriculum Vitae formato Europeu e que não tenha incluído nas seção anteriores, é o que será mencionado nesta seção.

Se teve publicações, projetos realizados, práticas profissionais, seminários, entre outros.

Quando tiver terminado com estas seções, você encontrará a opção de carregar a sua foto.

Quanto à foto, lembre que não é necessária na Inglaterra e Irlanda. ntretanto, é recomendável procurar informação com relação à empresa que está ofertando o emprego. Nem todas seguem os mesmos critérios.

Crie o seu Currículo Europeu com base no modelo Europass

Como vimos, este modelo de currículo Europass é muito simples de elaborar. Principalmente, porque o formato já está pronto em modo de planilha.

Quando o tiver concluído seu Currículo Europeu, sugerimos que o guarde seu Currículo em formato Word ou PDF.

Em resumo, o currículo Europass pode abrir portas a opções de trabalho que você não havia considerado. Portanto, siga os nossos conselhos e crie já o seu CV.

5 - 2 votos